Campanha Pelo Subsídio

.

Últimas notícias de João Pessoa e todo o estado da PB. Acompanhe informações de trânsito, tempo, agenda cultural, telejornais e coberturas especiais da TV Cabo Branco e TV Paraíba

  1. Assista aos vídeos do telejornal com notícias do estado. Assista aos vídeos do telejornal com notícias do estado.

  2. Prefeito concedeu entrevista coletiva com representantes da secretaria de saúde, da Funjope e de grupos culturais do período carnavalesco. Anúncio oficial do cancelamento do Carnaval Tradição e do Folia de Rua 2021 foi feito nesta segunda-feira Divulgação/Secom-JP O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas) oficializou nesta segunda-feira (18) o cancelamento do Folia de Rua e do Carnaval Tradição de 2021. O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa com representantes da secretaria de saúde e dos profissionais do setor cultural. O diretor executivo da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Marcus Alves, já havia comunicado da decisão no último dia 13. Segundo Cícero, a prefeitura entende a importância dos eventos carnavalescos para o turismo na Paraíba, mas que o cancelamento é necessário por causa da pandemia de Covid-19. “Estamos prezando a vida. Vamos silenciar essa importante festa este ano, mas tiraremos essa lição e começaremos a preparar o Carnaval no próximo ano. Vamos construir um grande Carnaval para o próximo ano com respeito e diálogo com todos os envolvidos e a população de João Pessoa” Cícero Lucena também levantou a possibilidade de suspender o feriado de carnaval para evitar aglomerações. A proposta teria sido aventada pelo Consórcio Nordeste, mas o prefeito disse que só a cautela e os números da pandemia é quem poderão definir a necessidade. De todo modo, o prefeito pediu que blocos e agremiações carnavalescas tenham bom senso e não realizem programas alternativas para que não haja aglomeração de pessoas. Ainda de acordo com o prefeito, a Funjope está em diálogo com representantes do Folia de Rua, do Carnaval Tradição e de Ala Ursas para definir uma programação virtual alternativa para o período. A ideia é que seja elaborada uma série de ações como oficinas virtuais e lives com os grupos culturais.

  3. Aviso vale das 12h às 18h desta segunda-feira (18). Inmet emite alerta amarelo de baixa umidade para 64 municípios da Paraíba Reprodução/Inmet O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta amarelo de baixa umidade para 64 municípios paraibanos. O aviso vale das 12h às 18h desta segunda-feira (18) e indica baixo risco de incêndios florestais e de problemas de saúde. Neste período, a umidade relativa do ar vai variar entre 30% e 20% nas cidades em alerta. O alerta do Inmet sugere que a população dessas cidades beba muito líquido, evite desgaste físico nas horas mais secas e evite exposição ao sol nas horas mais quentes do dia. Para mais informações, o Inmet disponibiliza o número da Defesa Civil (telefone 199) e do Corpo de Bombeiros (telefone 193). Confira as cidades com alerta amarelo de baixa umidade Água Branca Aguiar Amparo Aparecida Areia De Baraúnas Boa Ventura Bonito De Santa Fé Cacimba De Areia Cacimbas Cajazeirinhas Carrapateira Catingueira Conceição Condado Coremas Curral Velho Desterro Diamante Emas Ibiara Igaracy Imaculada Itaporanga Juru Livramento Mãe D'Água Malta Manaíra Maturéia Monte Horebe Monteiro Nazarezinho Nova Olinda Olho D'Água Ouro Velho Passagem Patos Pedra Branca Piancó Pombal Prata Princesa Isabel Quixabá Santa Inês Santa Teresinha Santana De Mangueira Santana Dos Garrotes São Bentinho São Domingos São José Da Lagoa Tapada São José De Caiana São José De Espinharas São José De Piranhas São José De Princesa São José Do Bonfim São José Dos Cordeiros São Sebastião Do Umbuzeiro Serra Grande Sumé Taperoá Tavares Teixeira Vista Serrana Zabelê Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  4. Responsáveis pelo evento foram conduzidos à Central de Polícia. Polícia encerra festa com aglomeração de pessoas, em Campina Grande Reprodução/TV Paraíba Uma festa com pelo menos 100 pessoas foi encerrada pela Polícia Militar, na tarde de domingo (17), em Campina Grande. De acordo com a PM, o organizador da festa clandestina e a sobrinha do proprietário do local foram conduzidos para a Central de Polícia Civil. Segundo a polícia, a festa clandestina com aglomeração aconteceu no limite entre as ruas Plínio Lemos e José de Souza, no bairro das Malvinas. No local estavam mais de 100 pessoas, todas sem fazer uso de qualquer proteção contra a Covid-19. Além da falta de itens de proteção, foram encontrados envelopes de material que supostamente tratava-se de material entorpecente, o que ainda será periciado. Ainda conforme os policiais, grande parte das pessoas eram menores de idade. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  5. Crianças estavam sozinhas em casa quando o caso aconteceu. Hospital Infantil Noaldo Leite, em Patos, no Sertão da Paraíba. Rafaela Gomes/TV Paraíba Um menino de 11 anos ficou ferido após ser atingido com uma faca pelo seu irmão mais novo, de 9 anos, na tarde de domingo (17), em Patos, no Sertão da Paraíba. De acordo com a Polícia Militar, as crianças estavam sozinhas em casa quando o caso aconteceu. Segundo a PM, a equipe foi acionada após os irmãos pularem o muro da casa onde moram e pedirem ajuda. As crianças teriam se desentendido e um irmão teria arremessado uma faca de “mesa” contra o outro. O menino foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital da Criança de Patos. O estado de saúde dele não foi divulgado. Segundo a Polícia Civil, em depoimento, a mãe alegou que estava trabalhando de diarista e havia uma babá na casa, que ela não não viu o arremesso da faca. Conforme informações de vizinhos à PM, as crianças costumam ficar sozinhas. A babá será ouvida ainda nesta segunda-feira (18). Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  6. No total, são 130 vagas para cargos de todos os níveis de escolaridade. Defensoria Pública do Estado da Paraíba DPE-PB Estão abertas a partir desta segunda-feira (18) as inscrições no processo seletivo simplificado para a Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE). No total, são oferecidas 130 vagas para todos os níveis de escolaridade, com remunerações entre R$ 1.250 e R$ 4 mil. Veja o edital da seleção para a Defensoria Pública do Estado da Paraíba O cargo com mais vagas oferecidas é o de agente administrativo, com 30 oportunidades para pessoas com ensino médio completo. Já o cargo de maior salário é o de analista de desenvolvimento de sistemas, com seis vagas para pessoas com ensino superior em computação ou em processamento de dados. Ainda há vagas para arquiteto, assistente jurídico, assistente social, condutor de veículos (CNH D), engenheiro civil, profissional de contabilidade, psicólogo, psicopedagogo e técnico em informática. As inscrições devem ser feitas no site da organizadora até o dia 31 de janeiro. As taxas de inscrição custam R$ 75 para cargos de nível fundamental, R$ 85 para cargos de nível médio e técnico e R$ 95 para cargos de nível superior. As provas estão previstas para acontecer no dia 28 de fevereiro. Seleção para a Defensoria Pública do Estado da Paraíba Vagas: 130 Níveis: fundamental, médio, técnico e superior Prazo de inscrição: até 31 de janeiro Local de inscrição: site da organizadora, Ápice Consultoria Taxas de inscrição: R$ 75 (fundamental), R$ 85 (médio/técnico) e R$ 95 (superior) Provas: 28 de fevereiro Edital de seleção para a Defensoria Pública do Estado da Paraíba

  7. Assista aos vídeos do telejornal com notícias de todo o estado. Assista aos vídeos do telejornal com notícias de todo o estado.

  8. Número não corresponde a todo o público-alvo da primeira fase, mas todos que fazem parte do grupo inicial receberão a primeira e a segunda dose da Coronavac. Vacina Coronac chega nesta segunda-feira (18) na Paraíba Amanda Perobelli/Reuters A primeira remessa de vacinas que deve chegar na Paraíba por volta das 15h desta segunda-feira (18) vai vacinar 54.689 paraibanos, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES). O número ainda não corresponde a todo o público-alvo da primeira fase e, por isso, um grupo inicial prioritário foi definido para este primeiro momento. Segundo a SES, todos que fazem parte desse grupo inicial receberão a primeira e a segunda dose da Coronavac. Nesta segunda-feira, a Paraíba vai receber 92.960 doses da vacina Coronavac. Serão contemplados com essa primeira remessa 34% do previsto dos trabalhadores da saúde (42.925), 10.432 indígenas aldeados, 1.212 pessoas idosas em instituições e 120 pessoas com deficiência que estejam institucionalizadas. De acordo com o secretário de estado da saúde, Geraldo Medeiros, serão vacinados os trabalhadores da saúde que trabalham na linha de frente da Covid-19, isto é, em enfermarias e UTIs destinadas para o tratamento da doença. Além disso, destaca que, por enquanto, os postos de saúde não estarão dispondo das vacinas. As doses serão aplicadas nas unidades de saúde, nas aldeias indígenas e e nas instituições de longa permanência. Há, no entanto, um déficit de 16.418 doses entre a quantidade de doses recebidas e a quantidade de paraibanos indicados para receber a primeira remessa. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, essa complementação deve chegar nos próximos dias para garantir a segunda dose de todos os contemplados com a primeira. Com a autorização do Ministro da Saúde Eduardo Pazuello para antecipar o início da vacinação contra Covid-19, os lotes das vacinas devem chegar em todas as cidades da Paraíba em até 24h, a partir do momento que chegarem no estado. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  9. Produções dissertativo-argumentativas devem discutir sobre “Os desafios do mercado de trabalho para o jovem". Serviço de correções do Jornal da Paraíba disponibiliza folha de redação, que possui um layout semelhante ao oficial do Enem Jornal da Paraíba/Divulgação A plataforma gratuita de correção de redações do Lá Vem o Enem 2020 segue recebendo textos até o dia 30 de janeiro, véspera do primeiro dia de provas do Enem digital. O tema para as redações é “Os desafios do mercado de trabalho para o jovem". Após o envio, professores irão avaliar as propostas textuais e fazer as correções gratuitas. O “Lá vem o Enem 2020” acertou o tema da redação do Enem com proposta de produção textual sobre “o estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”, no domingo (17). O tema foi, inclusive, o primeiro proposto pela plataforma de correção do projeto. Veja todas as notícias do Lá Vem o Enem 2020 Acesse a plataforma gratuita de correção de redações Entre no canal do Lá Vem o Enem no Telegram Os estudantes vão escrever um texto dissertativo-argumentativo, tendo como base os textos e a ilustração que estão no material de apoio. Para testar as habilidades, os candidatos interessados poderão se inscrever na página especial criada para a correção de redação do Lá Vem o Enem, no Jornal da Paraíba. Caso já tenham cadastro, basta fazer o login e ir ao espaço do aluno. Por lá, os visitantes podem conferir o tema com os materiais de apoio e ainda baixar a folha de redação, que possui um layout semelhante ao oficial. Para os alunos que não possuem impressora, é permitido redigir o texto em uma folha pautada, de caderno tamanho A4. Com o teste concluído, é necessário escanear a redação ou tirar uma foto em boa qualidade e voltar ao Jornal da Paraíba para enviar para análise. Por meio de uma parceria com a Faculdade Internacional da Paraíba (FPB), um time de professores da empresa Redação Interativa faz as correções apenas nas mil primeiras de cada tema. Antes de usar a plataforma, leia as instruções de uso do sistema de correção de redações do Jornal da Paraíba.

  10. Operação contou com 2.100 policiais militares, 340 viaturas, drones e o Grupamento Tático Aéreo (GTA) da Seds. Lá vem o Enem: Primeiro dia de provas na Paraíba é concluído sem nenhuma ocorrência Divulgação\PM O primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, na Paraíba, foi concluído sem nenhum registro de ocorrências policiais, de acordo com a Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds), através de seus órgãos operativos, que realizaram o policiamento no domingo (17). No total, a operação contou com 2.100 policiais militares, 340 viaturas, drones e o Grupamento Tático Aéreo (GTA) da Seds. O trabalho deve continuar no segundo dia de prova, que acontece no domingo (24). Todas as provas foram entregues nos mais de 500 locais de aplicação do exame no estado, sob escolta policial, até 11h da manhã do domingo (17). A segurança externa desses locais contou com a presença de policiais militares, a pé e também em viaturas. O retorno do caderno de respostas dos candidatos também foi escoltado. Segundo a Polícia Militar, para evitar furtos aos veículos dos candidatos e qualquer barulho que atrapalhasse a concentração durante o período das provas, as rondas nas ruas próximas aos locais de aplicação de exames foram intensificadas, inclusive com uso de drones. As abordagens preventivas também foram reforçadas. Ainda conforme a PM, a operação começou na sexta-feira (15), com a escolta das provas para as cidades, e só termina no dia 25, quando será concluída a escolta de retorno dos cadernos de respostas do 2º dia de exame. Todo trabalho é coordenado por três Centros de Comando e Controle, em João Pessoa, Campina Grande e Patos, com profissionais de todos os órgãos envolvidos no Enem 2020. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

On-Line

Temos 4 visitantes e Nenhum membro online

Previsão do Tempo

Facebook

Template Settings
Select color sample for all parameters
Red Green Blue Gray
Background Color
Text Color
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Scroll to top