Banner_05

.

Últimas notícias de João Pessoa e todo o estado da PB. Acompanhe informações de trânsito, tempo, agenda cultural, telejornais e coberturas especiais da TV Cabo Branco e TV Paraíba

  1. Crime aconteceu na tarde deste domingo (16), durante uma festa. Jovem é morto a tiros durante festa em de bar, em Campina Grande PMPB/Divulgação Um jovem identificado como Luan Figueiredo da Silva, de 18 anos, foi morto na tarde deste domingo (16), em um bar no bairro do Mutirão, em Campina Grande. De acordo com informações da Polícia Militar, no local do crime estava acontecendo uma festa familiar, com a presença de várias famílias, quando chegaram três ou quatro homens e dispararam contra a vítima. A PM ainda não sabe afirmar a quantidade exata de suspeitos, pois as testemunhas se negaram a falar sobre o crime. Ainda segundo a PM, o homem já respondia por roubo e foi atingido com cerca de oito tiros, mas a Polícia Civil ainda não divulgou o resultado da perícia para confirmar e nem o que pode ter motivado o crime. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  2. Justiça Federal havia decidido que a prioridade era vacinar pessoas em situação de rua e detentos e profissionais do sistema prisional, antes dos profissionais da educação. MPF recorre ao STF de decisão que autoriza vacinação de trabalhadores da educação em João Pessoa PMM/Divulgação O Ministério Público Federal (MPF) recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) da decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, emitida no sábado (15), que autorizou o início da vacinação contra a Covid-19 dos profissionais da educação de João Pessoa, desde que os moradores em situação de rua sejam vacinados simultaneamente. A imunização dos professores teve início no domingo (16). O MPF, no entanto, quer que a prefeitura de João Pessoa se abstenha “de vacinar os trabalhadores da educação enquanto não respeitada a prioridade das pessoas em situação de rua, da população privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, na ordem prevista no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19.” O pedido do MPF foi protocolado pelo vice-procurador-Geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, neste domingo (16), e está nas mãos do ministro-presidente Luiz Fux decidir se a imunização desse grupo será interrompida ou não na capital. Para o MPF, conforme o documento, a ação da prefeitura apresenta risco de grave lesão à ordem pública, além de risco também "à saúde pública pelos danos gerados com o seu cumprimento aos grupos prioritários do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19 que virão a ser preteridos, para dar lugar à vacinação dos Trabalhadores da Educação". A Prefeitura de João Pessoa argumenta a suspensão da vacinação dos professores gera uma contradição com relação à retomada presencial das aulas do ensino infantil, fundamental e médio, mesmo sem a devida imunização dos respectivos professores. Além disso, explicou que os encarcerados são pessoas sob a tutela do estado, quando reclusos em presídios estaduais, ou da União, quando reclusos em presídios federais. Até que uma nova decisão seja proferida, a vacinação dos profissionais da educação continua nesta segunda-feir (17) em João Pessoa. Estão sendo imunizado o público que faz parte da pré-escola, creche e ensino fundamental. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  3. Cadastro deve ser feito no site, mas o agendamento só é necessário para quem vai se vacinar no Parque do Povo. Pessoas com comorbidades a partir de 50 anos são vacinadas contra a Covid-19, em Campina Grande Prefeitura de Campina Grande/divulgação A vacinação contra a Covid-19 desta segunda-feira (17) contempla as pessoas com comorbidades a partir de 50 anos, em Campina Grande. Esse público pode ser vacinado nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), nos centros de saúde da cidade e nas policlínicas municipais, a partir das 8h, sem necessitar de agendamento. Na parte da tarde, a vacinação acontece na Pirâmide do Parque do Povo, a partir das 14h. As pessoas que forem se vacinar neste local devem realizar o agendamento prévio no site da vacinação de Campina Grande. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ainda não divulgou um cronograma de vacinação para o restante desta semana. O município vacinou 77.683 pessoas com a primeira dose e 27.638 pessoas com a segunda dose das vacinas. Os números representam 76% de aplicação do total de doses recebidas. De acordo com o Boletim Epidemiológico da SMS deste domingo (16), Campina Grande tem 29.480 casos de coronavírus confirmados, sendo 28.034 recuperados da doença e 763 pessoas que não resistiram e morreram. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  4. Pessoas com comorbidades e com deficiência também são vacinadas, além da aplicaçção da segunda dose. Vacinação dos trabalhadores da educação continua nesta segunda (17), em João Pessoa Alex Rocha/PMPA/Divulgação A campanha de imunização contra a Covid-19, em João Pessoa, continua nesta segunda-feira (17) com a aplicação de vacinas em profissionais da educação residentes no município de João Pessoa e em pessoas com mais de 18 anos que tenham alguma deficiência ou comorbidade prevista. A aplicação da segunda dose para quem já está no prazo de completar o ciclo de imunização também continua. A vacinação de primeira dose vai acontecer em cinco ginásios, e a segunda dose no Lyceu e num posto drive thru do Mangabeira Shopping. Toda a programação será das 8h às 12h. As comorbidades deste momento da vacinação incluem hipertensão arterial resistente (HAR) e nos estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade ou estágio 3; diabetes mellitus; doenças cardiovasculares e cerebrovasculares; indivíduos imunossuprimidos; e pessoas com obesidade grau 3 – IMC >40. O grupo das pessoas com deficiência compreende indivíduos com limitação motora que cause grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas; indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de ouvir; indivíduos com grande dificuldade ou incapacidade de enxergar; e indivíduos com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais. Documentos necessários Para ser vacinado, o trabalhador da educação terá de comprovar residência e que trabalha em João Pessoa. No momento da vacinação, além da documentação pessoal, serão solicitadas cópias do contracheque e declaração da instituição de ensino de João Pessoa e do comprovante de residência em João Pessoa, que deverão ficar retidas no posto de imunização. No caso de pessoas com comorbidades ou com deficiência, levar cópia do laudo ou declaração médica que comprove sua condição. As cópias dos documentos comprobatórios também ficarão retidas. Transporte gratuito As pessoas que necessitarem de deslocamento de um bairro a outro para tomar a vacina, podem utilizar os serviços gratuitos dos aplicativos 99 e Uber, em parceria com a Prefeitura de João Pessoa e Governo do Estado, respectivamente. Para garantir o acesso ao serviço da 99, o cidadão que usar a plataforma deverá acessar o aplicativo, na categoria 99 Pop, e inserir o código promocional ‘Promocodes’, destinado exclusivamente ao transporte até os pontos de vacinação em João Pessoa. O código que deverá ser inserido no aplicativo Uber é o VACINAPB e cada usuário só pode inseri-lo uma vez, garantindo a gratuidade para as duas viagens que devem chegar até R$ 25, cada. Solidariedade Os postos de vacinação também estão abertos, nesses dias de luta contra a Covid-19, para receber as doações de alimentos não perecíveis. Após a arrecadação, eles serão distribuídos com instituições de caridade e famílias necessitadas, atingidas pelos efeitos dessa pandemia. A arrecadação e a distribuição integram uma iniciativa conjunta da Prefeitura de João Pessoa e do Governo do Estado. Locais de vacinação desta segunda-feira (17) Pessoas com deficiência 18+ ( 8h às 12h) Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae (Bancários) Trabalhadores da educação (creche, pré escola e fundamental 1 e 2) 18+ e pessoas com comorbidades 18+ (1ª dose) > Ginásios (das 8h às 12h) ECIT Papa Paulo VI (Cruz das Armas) Escola Darcy Ribeiro (Funcionários II) Centro Cultural Tenente Lucena (Mangabeira) Instituto Federal da Paraíba – IFPB (Jaguaribe) Escola Seráfico da Nóbrega (Tambaú) 2ª dose Astrazeneca/Fiocruz – para quem completou 90 dias da 1ª dose Mangabeira Shopping - Drive thru e pedestres (8h às 12h) 2ª dose Coronavac/Butantan – para quem já completou 28 dias da 1ª dose Lyceu Paraibano (8h às 12h) Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  5. Pelo menos quatro detentos e quatros servidores do sistema penitenciário morreram de Covid-19 entre 2020 e 2021, segundo levantamento do G1. Presídio na Paraíba Dani Fechine/G1 Entre os anos de 2020 e 2021, a população carcerária da Paraíba apresentou uma redução de 4,5%, passando de 10.727 presos para 10.240. Mas, mesmo com o registro de queda no indiciador, a superlotação nos presídios do estado é de 44,2% ainda durante a pandemia de Covid-19, de acordo com dados do Monitor da Violência, com base em informações oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal. Pelo menos 19 reeducandos da Paraíba são aprovados em cursos superiores Ainda segundo o levantamento do G1, 367 presos e 219 servidores do sistema prisional paraibano foram infectados pelo novo coronavírus. Deles, quatro detentos e quatro trabalhadores da área morrem em decorrência da Covid-19. Em 2020, a taxa era de 55,2%, pelo menos 10% maior do que a atual. A superlotação de unidades penitenciárias na Paraíba é menor do que o indicador nacional, de 56,1%. A quantidade de vagas existentes nas penitenciárias paraibanas é de 7.099, ou seja, o déficit, em relação a quantidade de presos que ocupam as vagas no sistema, é de 3.141 vagas. Em 2020, o saldo negativo era de 3.817 vagas. Em comparação aos dados colhidos pelo G1 em 2020, o novo levantamento indica que: O número de pessoas presas caiu e a superlotação reduziu de 55,2% para 44,2%; O percentual de presos provisórios também caiu de 35% para 30,9%. Já os presos provisórios, que são aqueles que estão presos, mas ainda não passaram por julgamento, representam, atualmente, 30,9% da massa carcerária paraibana, o que, em números absolutos, ultrapassa 3,1 mil detentos. Em 2020, eram 3.755 presos provisórios, o que correspondia a 35% do total de detentos. Os dados foram levantados pelo G1 via assessorias de imprensa das secretarias de Administração Penitenciária e por meio da Lei de Acesso à Informação. Para calcular a superlotação, não são levados em conta os presos em regime aberto que não demandam vagas; o dado, no entanto, é utilizado no total para calcular os percentuais de presos que trabalham e que estudam. Ressocialização Pelo menos 19 reeducandos da Paraíba foram selecionados no Sistema de Seleção Unificado (Sisu) para cursos de nível superior em instituições públicas de ensino. As informações são do secretário da Administração Penitenciária, Sérgio Fonseca. Entre os aprovados, o 1° lugar geral do Curso de Produção Sucroalcooleira; 2° lugar do curso de Pedagogia do Campo; e o 2° lugar no curso de Matemática, todos na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Um reeducando da Penitenciária Raimundo Asfora, em Campina Grande, conquistou o 1°lugar geral do Enem PPL na Paraíba com média de 721,42. Ele foi inscrito para o Curso de Medicina da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) estando na lista de espera distante apenas 20 pontos dos demais concorrentes. De acordo com a secretaria, houve aprovações em diversas áreas do conhecimento e, dentre as unidades penais, o destaque foi para a Penitenciária Desembargador Sílvio Porto, em João Pessoa, com 7 aprovações. Já entre as Cadeias Públicas, o destaque foi para a unidade penal localizada no município de Pombal, com duas aprovações, ambas no curso de Letras, sendo conquistado o 3° lugar geral do curso. O gerente executivo de Ressocialização, João Sitônio Rosas, avaliou que “o resultado expressivo é o melhor entre todas as edições já realizadas, demonstrando o compromisso do Governo do Estado da Paraíba com a política de reinserção social”. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  6. Paraíba tem 309.712 casos confirmados e 7.219 mortes por coronavírus. São 1.079 casos e 18 mortes confirmadas no boletim deste domingo (16). Hospital de Clínicas em Campina Grande SES-PB/divulgação A Paraíba tem 309.712 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas neste domingo (16). O número de mortes confirmadas por Covid-19 subiu para 7.219 no estado desde o início da pandemia. São 1.079 novos casos e mais 18 mortes na última atualização. Todos os 223 municípios paraibanos registraram casos da doença e 217 cidades registraram óbitos. Veja em que estados as mortes por Covid-19 estão subindo, em estabilidade ou em queda Dos 18 óbitos, 13 aconteceram nas últimas 24 horas. Os pacientes eram 7 homens e 11 mulheres, com idades entre 24 e 86 anos. Diabetes e hipertensão foram as comorbidades mais frequente entre eles e 6 não tinham comorbidades. As mortes aconteceram nos municípios de Araçagi (1), Areial (1); Aroreiras (1); Baraúna (1); Campina Grande (1), Cubati (1); Esperança (2), João Pessoa (4), Patos (2), Picuí (2), Santa Rita (1) e Sousa (1). A ocupação de leitos de UTI em todo o estado é de 67%. Na região metropolitana de João Pessoa, 65% dos leitos de UTI para adultos estão ocupados. Em Campina Grande, o mesmo setor tem taxa de 65%. No Sertão, 91% dos leitos de UTI estão ocupados. De acordo com a SES, pelo menos 874.964 testes para detecção do novo coronavírus foram realizados em pacientes na Paraíba, desde o início da pandemia. Foi registrado no sistema de informação SI-PNI a aplicação de 1.151.614 doses. Até o momento, 765.563 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 386.051 com a segunda dose da vacina. A Paraíba já distribuiu um total de 1.408.168 doses de vacina aos municípios. Boletim do coronavírus na Paraíba 309.712 casos 7.219 mortes 213.874 recuperados 223 cidades com casos confirmados 217 cidades com mortes registradas Casos e mortes confirmadas de Covid-19 na Paraíba Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  7. Uma arma foi encontrada no local em que um dos eventos foi realizado. Também houve apreensão de drogas. Polícia encerra festas com aglomerações em quatro cidades da Paraíba Divulgação/Polícia Militar A Polícia Militar encerrou festas clandestinas com o registro de aglomerações, na madrugada deste domingo (16), em quatro cidades do interior da Paraíba. Todos os eventos foram flagrados durante ações da Operação Previna-se, que fiscaliza o cumprimento de medidas mais rígidas para combater o avanço da Covis-19 no estado. Na cidade de Picuí, a PM recebeu denúncias de que em uma casa estaria acontecendo uma festa com várias pessoas e som alto. Na residência, as pessoas foram abordadas e dispersadas. No interior do imóvel, foi encontrado um revólver. O proprietário do local foi levado para a delegacia de Polícia Civil da cidade. Já em São Bento, a denúncia foi de um evento com grande quantidade de pessoas, que não usavam máscaras e nem respeitavam o distanciamento recomendado. No local, também foram encontradas porções de drogas como cocaína, maconha e loló. Após a abordagem, o dono do sítio em que a festa estava acontecendo, também foi levado à delegacia. Na cidade de Conceição, uma inauguração de um estabelecimento comercial também tinha aglomeração de pessoas, sem o uso de máscaras de proteção facial. Os proprietários do local foram conduzidos à delegacia pelo descumprimento de decretos municipal e estadual com medidas de prevenção à Covid-19. Já no município de Esperança, também foi registrada uma comemoração em um sítio, onde as pessoas também estavam usando drogas. O organizador do evento, de 25 anos, foi conduzido à delegacia da cidade. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  8. Ao todo, 172 vagas estão sendo oferecidas em dois editais. Veja concursos e seleções com editais publicados na PB de 25 de abril a 2 de maio Divulgação Um total de 172 vagas é oferecido em dois editais de concursos e seleções publicados na Paraíba, nesta semana de 16 a 23 de maio. Concurso da prefeitura de Desterro Vagas: 88 Níveis: fundamental, médio, técnico e superior Salários: R$ 1.100 a R$ 5 mil Prazo de inscrição: até 31 de maio Local de inscrição: site da organizadora Taxas de inscrição: R$ 62,30 (fundamental), R$ 77,30 (médio e técnico) e R$ 92,30 (superior) Provas: 27 de junho Edital do concurso da prefeitura de Desterro Concurso da prefeitura de Cabedelo Vagas: 84 Nível: superior Salários: R$ 1.401,43 + gratificações Prazo de inscrição: 17 de maio a 18 de junho Local de inscrição: site da organizadora Taxas de inscrição: R$ 50 Provas: 11 de julho Edital do concurso da prefeitura de Cabedelo Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  9. Iniciativa tem a finalidade de coletar lâmpadas usadas para destiná-las a lugares adequados. Ecoponto de coleta de lâmpadas domésticas da Reciclus Thais Abrahão Uma associação sem fins lucrativos está oferecendo coletores de lâmpadas usadas, de forma gratuita, para comerciantes da Paraíba. Com 19 pontos de coleta já implementados em Cabedelo, Campina Grande, João Pessoa, Patos e Santa Rita, a Associação Brasileira para a Gestão da Logística Reversa (Reciclus) pretende ampliar esses espaços para destinar o que for recolhido a lugares adequados, evitando acidentes causados quando esses materiais são jogados no lixo comum. Desde que a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) foi instituída no Brasil, a responsabilidade pela destinação final ambientalmente adequada de alguns materiais, como as lâmpadas que contêm mercúrio em sua composição, deve ser compartilhada por fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes e consumidores. Ao descartar as lâmpadas usadas nesses coletores, ao invés de jogar em lugares inapropriados, os consumidores domésticos têm a garantia da coleta, transporte e destinação ambientalmente correta, por meio de recicladores homologados. Como fazer parte A implantação dos pontos de coleta segue os critérios técnicos indicados no Acordo Setorial, como número de habitantes, área urbana, densidade populacional, domicílios com energia elétrica, poder aquisitivo, infraestrutura viária e acessibilidade. Qualquer varejista e comércio abertos ao público, preferencialmente do segmento de supermercados e lojas de material de construção, podem ter um coletor Reciclus gratuitamente, e recebem da Reciclus todo o suporte necessário para instalação e solicitações de coleta. Os comerciantes interessados em aderir ao programa Reciclus, como pontos de entrega, podem entrar em contato pelo telefone (11) 98469-1113, ou pelo e-mail reciclus@reciclus.org.br Coletas executadas No Brasil, desde 2017, a Reciclus já deu a destinação correta a 1,8 milhões de quilos de resíduos de lâmpadas fluorescentes pós-uso, totalizando 12,6 milhões de unidades. Só na Paraíba foram recolhidas 62.429 unidades de lâmpadas usadas nesse período. A Reciclus conta com 2.422 pontos de coleta em 454 municípios de todas as regiões do País, e quer ampliar sua atuação na Paraíba, onde já existem 19 pontos, nos municípios de Cabedelo, Campina Grande, João Pessoa, Patos e Santa Rita. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

  10. Pelo menos 19 reeducandos da Paraíba foram selecionados no Sistema de Seleção Unificado (Sisu) para cursos de nível superior em instituições públicas de ensino. Reeducandos aprovados em curso superior por meio do Sisu têm primeira aula, na Paraíba Divulgação/Seap-PB Dois reeducandos do sistema prisional da Paraíba participaram da primeira aula do curso de Gestão Ambiental, do Instituto Federal da Paraíba (IFPB). Ambos foram selecionados para a instituição pública por meio do Sistema de Seleção Unificado (Sisu). Pelo menos 19 reeducandos foram aprovados em cursos superiores Um reeducando assistiu a aula transmitida pela internet, na cadeia de São João do Rio do Peixe. O outro começou a graduação na cidade de Coremas. Para as aulas, estão sendo utilizados os laboratórios de informática que contam com tablets e notebooks. A Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba (Seap-PB) disponibilizou uma tutoria presencial em parceria com a Secretaria da Educação, Ciência e Tecnologia do Estado, através da Coordenação de Educação em Prisões. Os professores receberam capacitação para exercer essa tutoria. Já a Gerência de Ressocialização elaborou uma normativa geral e encaminhou para todos os gestores das unidades prisionais para que o processo aconteça seguindo as normas de segurança necessárias. Pelo menos 19 reeducandos foram aprovados em cursos superiores através do Sisu Pelo menos 19 reeducandos da Paraíba foram selecionados no Sistema de Seleção Unificado (Sisu) para cursos de nível superior em instituições públicas de ensino. As informações são do secretário da Administração Penitenciária, Sérgio Fonseca. Entre os aprovados, o 1° lugar geral do Curso de Produção Sucroalcooleira; 2° lugar do curso de Pedagogia do Campo; e o 2° lugar no curso de Matemática, todos na Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Um reeducando da Penitenciária Raimundo Asfora, em Campina Grande, conquistou o 1°lugar geral do Enem PPL na Paraíba com média de 721,42. Ele foi inscrito para o Curso de Medicina da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) estando na lista de espera distante apenas 20 pontos dos demais concorrentes. De acordo com a secretaria, houve aprovações em diversas áreas do conhecimento e, dentre as unidades penais, o destaque foi para a Penitenciária Desembargador Sílvio Porto, em João Pessoa, com 7 aprovações. Já entre as Cadeias Públicas, o destaque foi para a unidade penal localizada no município de Pombal, com duas aprovações, ambas no curso de Letras, sendo conquistado o 3° lugar geral do curso. O gerente executivo de Ressocialização, João Sitônio Rosas, avaliou que “o resultado expressivo é o melhor entre todas as edições já realizadas, demonstrando o compromisso do Governo do Estado da Paraíba com a política de reinserção social”. Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

On-Line

Temos 39 visitantes e Nenhum membro online

Previsão do Tempo

Facebook

Template Settings
Select color sample for all parameters
Red Green Blue Gray
Background Color
Text Color
Google Font
Body Font-size
Body Font-family
Scroll to top